headerphoto

Dosagens e Medidas (posologia)

Para evitar intoxicações ou efeitos colaterais indesejados, é importante observar cuidadosamente a dosagem de cada erva e sua forma de uso. Lembre-se também que existem muitas ervas tóxicas, que podem até causar a morte. Em geral, para um adulto, a quandidade de erva consumida num dia deve caber no máximo até a metade da palma da sua mão. Entretanto, algumas pessoas chegam a consumir 20 vezes esta dose, sem efeito colateral perceptível.

As misturas de ervas no chá devem se limitar a um número pequeno de espécie com indicações e uso semelhantes.

O uso contínuo de uma mesma planta deve ser evitado. Recomenda-se períodos de uso máximo entre 21 e 30 dias, intercalados por um período de descanso entre 4 e 7 dias, permitindo que o organismo desacostume-se e, também, para que o vegetal possa atuar com toda a sua eficácia.

A adição de mel a chás e xaropes só deve ser feita depois que estes fiquem mornos ou frios.

A dosagem dos remédios caseiros feitos com plantas medicinais variam de acordo com a idade e com o tipo de metabolismo de cada pessoa.

O horário em que devem ser tomados os preparados fitoterápicos é muito importante para a obtenção dos efeitos desejados. Assim, têm-se as seguintes regras gerais:

Desjejum - preparações os laxativos, depurativos, diuréticos e vermífugos;

Duas horas antes de depois das refeições principais - preparações anti-reumáticas, hepatoprotetoras, neurotônicas e antitérmicas;

Meia hora antes das refeições principais - preparações tônicas e antiácidas;

Depois das refeições principais - preparações digestivas e contra gases;

Antes de se deitar - preparações hepatoprotetoras e laxativos.

Dosagens:

As dosagens dos fitoterápicos caseiros variam de acordo com a idade e metabolismo de cada indivíduo.

Para os chás (decocção, infusão e maceração) recomenda-se:

  • de 6 meses de idade até 1 ano è 1 colher (café) do preparado 3 vezes ao dia (somente com acompanhamento médico);
  • de 1 a 2 anos è ½ xícara (chá) 2 vezes ao dia;
  • de 2 a 5 anos è ½ xícara (chá) 3 vezes ao dia;
  • de 5 a 10 anos è ½ xícara (chá) 4 vezes ao dia;
  • adultos è 1 xícara (chá) 3 a 4 vezes ao dia.

 

Outras sugestões de dosagens:

20 gramas de erva verde para um litro de água.
10 gramas de erva seca para um litro de água.
Uma colherada de erva seca pesa 2 gramas.
Uma colherada de erva verde pesa 5 gramas.

A planta seca necessita mais tempo de infusão do que a verde. Para uma aplicação externa, a medida do preparado pode ser maior, mesmo duplicada a quantia, até mais. Mesmo um chá de erva pode às vezes ser mais forte; isto não oferece tanto perigo, como os remédios farmacêuticos, a não ser que se trate de plantas venenosas.

Um bom método para se curar com ervas é começar com uma dose fraca e ir aumentando a quantia, cada dia, até atingir dez dias. Depois, diminuir gradativamente. Além disso, não é recomendável usar durante muito tempo o chá da mesma erva. É bom trocar por outra com, mais ou menos, as mesmas propriedades medicinais.